Domingo em França é pra ficar em casa

Com um dia de 200 km, o mais duro foi encontrar um lugar para comprar comida: tudo fechado! Graças às feiras livres que lá ia encontrando, consegui comer umas dezenas de bananas! Foi o que safou!

Durante o dia todo acompanharam-me as imagens da partida de hoje. Uma experiência fantástica, daquelas que se guardam pelo resto da vida com muito carinho! Ficam a passar na memória todas as pessoas que vieram dizer adeus e partilhar os primeiros quilómetros. Todas passaram a fazer parte desta aventura. Não podia ter começado de melhor forma!

O percurso não foi muito fácil – 10 horas de bicicleta nunca são. Ultrapassar estradas velhas, algumas delas quase que já sem vestígios delas mesmas, pisos de gravel, terra e, nalguns momentos, para finalmente conseguir embalar, alcatrão.

De Lille segui para Arras. Encontrei tudo fechado, ou seja, nada de pausa pra um café. De Arras fui pra Amiens, que me rendeu um crepe iraniano com gosto de pão francês. Dali, diretamente até Neufchatel-en-bray uma cidade (quase) que não precisa mais do que uma rua para conquistar os visitantes. Amanhã seguem as fotos!

Sentado ao lado da minha tenda, perto de uma quinta francesa abandonada começo a descansar para amanhã. Já está cozido o cuscus, agora é só comer!

Um pensamento sobre “Domingo em França é pra ficar em casa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s