Uma questão de horas

É amanhã a partida desta aventura de 4300 km entre Lille e Lisboa. Porque a bicicleta é sobretudo uma actividade socialmente transformadora, também estão todos convidados para desfrutar e acompanhar os primeiros quilómetros desta peripécia: vamos encher as ruas de Lille com todos os apaixonados por bicicletas, e descobrir o canal que liga esta cidade e a cidade de Lens, num percurso “green” pelo qual qualquer um consegue pedalar! A partir deste ponto, começo a viagem sozinho, até Abbeville e Neufchâtel-en-Bray.

Com o grupo, estarão os autores da minha bicicleta, uma equipa excêntrica cuja paixão pelo que faz é evidente quando falam contigo! É uma sensação única conhecer o “back office” da construção de uma bicicleta que, uma vez feita, parece simples. No entanto, posso assegurar que, por trás de uma bicicleta DECATHLON, há muita história para contar. Pessoalmente, só tenho que agradecer a oportunidade de fazer parte desta história.

20180509_160412

Vai assim começar a primeira de três semanas em cima de uma bicicleta, e levo comigo a lembrança da malta com que vivo todos os dias. Desde os treinos de moer as pernas com o meu amigo “Zé da Ilha” junto ao “Vento” (piada interna) aos passeios com o Chico com meta nas pastelarias de Sintra, passando pelas mini-viagens selvagens com o irmão velhote! Tenho a sorte de conviver e trabalhar com pessoas fantásticas que fazem do pouco parecer muito sem precisar exagerar (na foto ao lado, de relance, um deles). Sou feliz em ser feliz, na confiança de que sou capaz de proporcionar o mesmo que proporcionam a mim. Sem usar muitas palavras, não quero cansar-vos antes mesmo de começar a pedalar a sério. Que essa aventura seja tão fantástica como a precedente, que seja dura e cheia de desafios (para além dos 200 km diários, claro), para espremer a zona de conforto para bem longe de mim. Assim, como disse uma das pessoas que ainda ontem me enviou uma mensagem de boa sorte: “descansas na cova”. É frio, mas ao mesmo tempo põe-te em alerta e obriga-te a reflectir. Quando já não estiveres por aqui, já não vais poder fazer nada para além de descansar. Quando eu já não estiver aqui, não quero ir descansado, quero ir extremamente, mortalmente cansado!

Com esta publicação vamos fechar o capítulo da preparação desta viagem. Poderia ter sido mais activo, o que significa que ainda vou ter que fazer muitas edições – até dominar isso das preparações! Para terminar com as fotografias: o André ao meu lado, a quem humildemente chamo “Rei”, e o Fábio, que já é quase um irmão (mais novo).

IMG_20180509_120927.jpg

P.S: se quiseres acompanhar a viagem ao quilómetro, e participar de tudo, clica AQUI.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s